Espanha emite mandado de prisão contra golpista Shimon Hayut

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.

22 de abril de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

O golpista israelense Shimon Hayut, que utilizava falsamente o nome Simon Leviev, pode ser preso a qualquer momento se deixar seu país natal, após a Espanha emitir, dias atrás, um mandado de prisão por uso de documento falso. A polícia espanhola reabriu um caso de cerca de três anos atrás, quando Hayut se apresentou como um turista de nome Michael Bilton no resort de Tarifa durante uma ocorrência de trânsito.

Hayut ganhou as capas dos jornais em diversos países há alguns meses, depois que a Netflix lançou um documentário sobre algumas mulheres que relataram ter sido vítimas do “golpe do namoro”. Elas conheciam Hayut no site de namoros Tinder, quando ele então se apresentava como filho do bilionário israelense Lev Leviev, do ramo do comércio de diamantes. Depois de ganhar sua confiança, ele então pedia dinheiro emprestado para se proteger de criminosos que o estariam perseguindo por causa de seus negócios. Uma vítima teria perdido 200 mil dólares, reporta o canal especializado Operação Policial no episódio Caso Golpista do Tinder.

Hayut já cumpriu diversas penas de prisão, a primeira na Finlândia em 2015. Foi, justo, na Escandinávia onde fez a maioria de suas vítimas.

Fontes