Crianças podem receber outras vacinas durante o processo de vacinação da covid-19

25 de julho de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

O Brasil começa a vacinar crianças de 3 e 4 anos contra a covid-19. Após a autorização da Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) para o uso da Coronavac, algumas capitais que possuem estoque, como a cidade de São Paulo, já foram liberadas para a aplicação de doses.

A vacina disponibilizada é a mesma para a população adulta, dividida em duas doses e com intervalo de 28 dias entre elas. Vale ressaltar que a criança pode receber outras vacinas durante esse processo, porém, a orientação é a de que se ela estiver com sintomas fortes de gripe e com covid ou em contato com pessoas com covid, “este não é o momento de vacinação, então aguardamos um mês após o início da doença ou do dia do exame positivo”, salienta a professora.

Por enquanto, a vacinação tem acontecido por processo de escalonamento. Estão sendo vacinadas as crianças indígenas e as com comorbidades e deficiências em um primeiro momento. Já a população indígena está sendo vacinada nas aldeias. Para comprovar a comorbidade e a deficiência, é necessário um atestado médico, que pode ser um laudo ou um cartão em serviços especializados.

Fontes