Covid-19: Biden anuncia que Estados Unidos doarão 500 milhões de vacinas

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

10 de junho de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

A Casa Branca anunciou hoje que o presidente Joe Biden autorizou que os Estados Unidos comprem e doem 500 milhões de vacinas da Pfizer para 92 países de baixa e média renda e para a União Africana. "É uma ação histórica", diz a divulgação feita para a imprensa, ainda enfatizando que "esta é a maior compra e doação de vacinas já feita por um único país e um compromisso do povo americano de ajudar a proteger as pessoas ao redor do mundo contra a covid-19" com o objetivo de "salvar vidas e acabar com a pandemia" da covid-19.

Segundo a divulgação, o presidente também "fará um apelo às democracias mundiais para que façam sua parte contribuindo para o fornecimento global de vacinas seguras e eficazes" [provavelmente durante a reunião do G7, das maiores economias do mundo, amanhã].

O anúncio de hoje vem poucos dias depois de Biden anunciar a liberação de cerca de 80 milhões de vacinas estocadas nos Estados Unidos até o final deste mês para países da Ásia Sul-Sudeste, África, Caribe e América Latina, incluindo o Brasil.

Notícia Relacionada[editar | editar código-fonte]

Fontes[editar | editar código-fonte]

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit