Carta pela democracia não é partidária nem endereçada a Bolsonaro

11 de agosto de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

O diretor da Faculdade de Direito da USP, Celso Fernandes Campilongo, diz que a Carta pela Democracia não é partidária nem endereçada a Bolsonaro. A Carta pró-democracia articulada pela Fiesp foi lida hoje no Salão Nobre da Faculdade de Direito (FD) da USP.

O professor Carlos Gilberto Carlotti Júnior, reitor da USP, mencionou na abertura da cerimônia que “Aqueles que rejeitam e agridem a democracia não protegem o saber”. O jornal da Central Única dos Trabalhadores (CUT) porém menciona que “apesar de não citar Jair Bolsonaro, a carta é uma defesa enfática da democracia e das eleições, que vêm sofrendo constantes ataques por parte do presidente, que já ameaçou não aceitar o resultado das urnas.”

Fontes