Maior central solar do mundo começa a produzir em Portugal

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Localização de Moura, em Portugal.

17 de março de 2008

A Central Solar Fotovoltaica de Amareleja, maior central fotovoltaica do mundo, em construção no distrito alentejano de Moura (Beja), sul de Portugal, começou, nesta segunda-feira, a produzir energia de forma parcial para a rede elétrica nacional, devendo começar a funcionar plenamente até final deste ano. Com uma capacidade instalada de 46,41 megawatts (MW) pico, vai produzir energia com os primeiros 2,5 MW já instalados.

A energia vai ser injetada na subestação de Amareleja, na primeira fase, e, posteriormente, na subestação de Alqueva, quando a central estiver produzindo por completo, afirmou Francisco Aleixo, diretor-geral da Amper Central Solar, empresa criada para construir e gerir a central e propriedade da Acciona, líder do mercado espanhol de energias renováveis.

Com um investimento de 237,6 milhões de euros para produzir energia "limpa" para a rede elétrica nacional durante 25 anos, a Central é construída em um terreno de 250 hectares, perto de Moura e considerada a "terra mais quente de Portugal", devido aos recordes de temperatura máxima no verão.

Sem custos de emissões, a central, por cada 90 mil MW de energia produzida, vai permitir poupar 152 mil toneladas de emissões de gases com efeito estufa (CO2) em comparação com uma produção equivalente a partir de combustíveis fósseis.


Fontes