Zelensky exorta soldados russos a se renderem

25 de setembro de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

O presidente ucraniano Volodymyr Zelensky exortou os soldados russos a se renderem no dia 24, dizendo que garantirão ativamente sua segurança pessoal.

Em um discurso em russo naquele dia, o presidente Zelensky disse que garantiria três coisas à rendição do exército russo.

O presidente Zelensky prometeu "tratar os prisioneiros de guerra de maneira civilizada", respeitar todos os tratados internacionais se as forças russas se renderem.

Ele então enfatizou que o lado russo não saberia em que circunstâncias ocorreu a rendição e, em terceiro lugar, se o exército russo rendido não quisesse retornar à Rússia através de uma troca de prisioneiros de guerra, ele apresentaria um plano.

O presidente russo, Vladimir Putin, assinou um projeto de lei que permitiria até 10 anos de detenção para suas tropas se elas se renderem voluntariamente ou se recusarem a lutar, enquanto a Rússia ordenou a mobilização de 300.000 forças de reserva para enviar aos campos de batalha da Ucrânia.

Fontes