Zelensky: Rússia precisa manter acordo de exportação de grãos

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.

27 de julho de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

O presidente ucraniano Volodymyr Zelensky pediu à Turquia e às Nações Unidas que garantam que a Rússia mantenha seu acordo para retomar as exportações de grãos dos portos ucranianos do Mar Negro.

Em um discurso em vídeo, o presidente Zelensky disse que a Turquia e as Nações Unidas deveriam considerar a segurança dos navios que transportam grãos, e a Ucrânia certamente retomará as exportações de grãos.

Anteriormente, Ucrânia e Rússia, Turquia e Nações Unidas chegaram a um acordo no dia 22 para retomar as exportações de grãos ucranianos através dos portos ucranianos do Mar Negro.

No entanto, no dia seguinte ao acordo, a Rússia atacou o porto sul de Odessa com mísseis.

Na Ucrânia, dezenas de milhões de toneladas de grãos permanecem não exportados, pois os voos para o Mar Negro foram bloqueados após a invasão russa.

Autoridades ucranianas disseram que estão avançando com os planos de retomar as exportações de grãos, esperando que os primeiros embarques saiam ainda nesta semana.

As autoridades também disseram que estão se preparando para retomar os embarques dos três portos do Mar Negro dentro de duas semanas.

Enquanto isso, o Ministério da Defesa britânico disse em uma análise no dia 26 que "a Rússia afirma que atacou navios de guerra e mísseis antinavio ucranianos no porto de Odessa".

O Ministério da Defesa britânico disse que os mísseis antinavio da Ucrânia prejudicaram significativamente o plano geral da Rússia e disse que "a Rússia continuará a priorizar os esforços para enfraquecer e destruir as capacidades antinavio da Ucrânia".

Fontes[editar | editar código-fonte]