XV de Piracicaba, depois de 16 anos, estreia na elite paulista contra o Santos

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

21 de janeiro de 2012

Piracicaba, São Paulo


A abertura do Campeonato Paulista de Futebol de 2012 ocorrerá hoje (21), às 19h30, entre o campeão da Série A2 de 2011, XV de Piracicaba, e o campeão da Série A1 de 2011, Santos FC.

Além da partida inaugural, a Federação Paulista de Futebol preparou um grande evento no Estádio Barão de Serra Negra, em Piracicaba, com a presença de DJs, apresentação dos mascotes dos 20 clubes participantes do campeonato e desfile das candidatas a Musa do Paulistão. por causa disso os portões serão abertos às 17h00. As ruas próximas ao estádio serão interditadas para maior segurança de quem comparecer à cerimônia.

O Santos deve mandar reservas para a partida, pois os titulares tiraram férias tardias em razão do Mundial de Clubes da FIFA de 2011. Entretanto, Alan Kardec, que atuará na partida, disse que o time vai com força máxima: "Acho que o que aconteceu no ano passado é uma prova de que não é preciso deixar uma competição de lado para priorizar outra. O Santos vai fazer este ano o mesmo que em 2011, jogar com força máximo e para ganhar tanto no Paulista quanto na Libertadores. Todos aqui querem lutar por estes dois títulos e pretendemos começar a trilhar este caminho já vencendo nesta estréia diante do XV de Piracicaba", disse.

Ficha técnica

Data – 21/01/2012
Horário – 19h30
Local – Estádio Barão de Serra Negra, Piracicaba
Árbitro – Thiago Duarte Peixoto
Assistentes – Herman Brumel Vani e Danilo Ricardo Simon Manis
Auxiliares adicionais – Phillippe Lombardi e Aurélio Santanna Martins
Quarto árbitro – Edson Reis Pavani Junior
Abertura dos portões – 17h00

XV de Piracicaba – Gilson, Vinicius Bovi, Toninho, Diego Borges (Marcus Vinicius), Alex Cazumba, Adilson Goiano, Marcus Vinicius Lima (Glauber), Anaílson, Ricardinho (André Cunha), Paulinho e Vinicius Reis (Savoia). Técnico Moisés Egert

Santos – Aranha, Maranhão, Bruno Rodrigo, Vinicius Simon, Emerson, Anderson Carvalho, Ibson, Felipe Anderson, Thiago Alves, Renteria e Alan Kardec. Técnico Muricy Ramalho

Fontes[editar]