Vacina falsa contra coronavírus é vendida em Niterói, alerta Anvisa

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

13 de outubro de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Segundo denúncia recebida pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), empresa sediada em Niterói, na região metropolitana do Rio de Janeiro, está vendendo vacinas falsas contra o COVID-19. A agência alertou que o Brasil não possui vacina contra a doença. Portanto, ninguém deve comprar ou usar as chamadas vacinas que afirmam prevenir esta doença.

Segundo denúncia feita à Anvisa, a vacina falsa contra o COVID-19 é anunciada com tendo sido desenvolvida em colaboração com a Universidade de Oxford e a farmacêutica AstraZeneca. A universidade e a empresa já estão desenvolvendo uma vacina, mas ela ainda está em fase de testes e não pode ser vendida no Brasil. Os voluntários estão recebendo doses da vacina de forma controlada. "O Brasil tem vacinas contra o covid-19 específicas para pesquisa clínica. Comercialização e distribuição dessas vacinas sem autorização", explicou a Anvisa em nota.

De acordo com a agência reguladora, a denúncia sobre a vacina falsa foi protocolada no dia 25 de setembro e foi avaliada e formalmente encaminhada à Polícia Federal (PF) no mesmo dia. Na quinta-feira, 8 de agosto, a PF executou um mandado de busca e apreensão em uma empresa hospitalar no centro de Niterói na tentativa de avançar na investigação do caso.

Fonte

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com