Vítima de dano cerebral se recupera e volta a falar depois de 10 anos

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Localização do estado de Nova Iorque.

3 de maio de 2005

Um ex-bombeiro do estado de Nova Iorque, nos Estados Unidos da América, que tinha sofrido danos cerebrais e ficado presumivelmente cego e incomunicável, voltou a falar depois de um período de 10 anos. Os médicos têm dificuldade em explicar a fantástica melhora do estado do paciente.

Donald Herbert, 44 anos, estava a combater um incêndio numa casa em 29 de dezembro de 1995, quando inesperadamente o teto caiu e enterrou-o sob escombros. Por causa do acidente, seu cérebro ficou vários minutos sem receber o suprimento adequado de oxigênio, o que lhe trouxe seqüelas.

Durante 2 meses ele ficou em coma e após esse período começou a ter sessões de fisioterapia. Ele não se comunicava e os médicos achavam que ele também não enxergava. Um vídeo realizado antes de sua extraordinária recuperação, mostra Herbert mudo, sem memória e com dificuldade para distinguir os acontecimentos em sua volta.

Sábado passado, pela manhã, as enfermeiras que cuidavam de Herbert se surpreenderam quando ele começou a falar normalmente. Uma das primeiras coisas que teria dito foi: "Quero falar com minha mulher." As enfermeiras correram então em direção ao telefone para chamar sua esposa Linda Herbert.

Após ter voltado à consciência Herbert perguntou: "Quanto tempo estive fora de mim?". Os familiares lhe disseram que ele esteve em catarse por 10 anos. Herbert teve a impressão de que esteve inconsciente por 3 meses apenas.

De acordo com a doutora Rose Lynn Sher do Centro Médico da Universidade de Nova Iorque, pacientes que sofrem danos cerebrais são capazes de se recuperar após dois ou três anos. Contudo, ela disse que nunca tinha visto o caso de um paciente se recuperar depois de 10 anos. "Algumas vezes essas coisas acontecem, as pessoas melhoram e não entendemos o porquê", ela acrescentou.

Fontes