União Europeia deve perceber que sanções são ineficazes, diz Rússia

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

30 de janeiro de 2015

Rússia

A decisão da União Europeia de manter as sanções contra a Rússia, devido à guerra no Leste da Ucrânia, é uma política destrutiva e sem resultados, avaliou hoje (30) o Ministério dos Negócios Estrangeiros russo. "É tempo de a União Europeia pensar a sério sobre a falta de resultados da política de sanções, que só prejudica as populações e as economias dos nossos países", acrescentou a diplomacia russa.

O ministério manifestou-se "desapontado" com a decisão da União Europeia, nessa quinta-feira (29), de incluir novos nomes na lista das sanções e acusou os 28 países-membros de serem contra a Rússia. "A leitura unilateral de Bruxelas sobre o que está ocorrendo no conflito na Ucrânia retira-lhe o direito de atuar como 'mediador imparcial", ressaltou, acusando Kiev de comandar deliberadamente o aumento da violência no Leste da Ucrânia para influenciar os ministros dos Negócios Estrangeiros da União Europeia.

"As nossas propostas concretas para resolver a situação na Ucrânia e para retomar o processo europeu de forma construtiva continuam" em cima da mesa, informou o governo russo.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati