Tufão Maysak atinge a costa da Coreia do Sul e deixa ao menos dois mortos

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

3 de setembro de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram
Maysak quando tocou terra na Coréia do Sul

O tufão Maysak tocou terra perto de Busan, na Coreia do Sul, como um furacão de categoria 2 (C2), com ventos sustentados de 170 km. O fenômeno derrubou árvores e postes, causou inundações e danificou a rede de energia elétrica.

Mais de 2.200 pessoas foram evacuadas para abrigos, enquanto cerca de 280.000 casas ficaram sem eletricidade na região sul de Busan (a 2ª maior cidade da Coreia do Sul e onde se localiza o 5º maior porto do mundo) e na ilha de Jeju, que desde 01 de setembro registrou mais de 1.000mm de chuva.

Mais de 950 voos domésticos foram cancelados, enquanto alguns serviços ferroviários foram interrompidos por razões de segurança. Até esta quinta-feira, as equipes já haviam conseguido restaurar a eletricidade em cerca de 199.000 mil residências.

Segundo o Channel News Asia, ao menos duas pessoas morreram, uma atingida por uma janela quebrada pelo vento e outra, aparentemente, após ter caído do telhado quando tentava consertar uma goteira.

O Maysak foi o segundo tufão a atingir a região em poucos dias, depois do Bavi. Ele havia atingido o sul do Japão como um tufão C3 e depois, enquanto estava no mar, chegou à C4, baixando para C2 ontem.

Segundo o Observatório Terrestre da NASA, outro tufão, o Haishen, está se formando ao sul do Japão e deve atingir a costa coreana no domingo ou na segunda-feira.

Notícia Relacionada

Fonte

Domínio Público O The Watchers licencia o conteúdo conforme seus Termos e Condições - Copyright, onde se lê que "exceto onde indicado de outra forma, o conteúdo do site The Watchers está licenciado sob a licença Creative Commons Atribuição-Compartilhamento Igual" (Creative Commons Attribution-Share Alike - CC BY-SA).