Trump exige respeito de Cuba pelos direitos humanos ou não haverá acordo

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência VOA

28 de novembro de 2016

O Presidente eleito dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, escreveu na sua conta no Twitter nesta segunda-feira, 28, que vai acabar com o acordo entre Washington e Havana se o Governo de Raúl Castro não oferecer um acordo melhor, que respeite os direitos humanos.

"Se Cuba não quiser fazer um acordo melhor para o povo cubano, o povo cubano-americano e os Estados Unidos como um todo, vou acabar com o acordo", escreveu o republicano que, no sábado, classificou o antigo líder cubano Fidel Castro, morto na semana passada, de um "ditador brutal que oprimiu seu próprio povo por quase seis décadas" e que deixa um "legado de pelotões de fuzilamento, roubo, inimaginável sofrimento, pobreza e negação de direitos humanos básicos".

No texto, ele afirmou que o seu Governo "vai fazer tudo o que for possível para assegurar que o povo cubano possa finalmente começar a sua jornada em direção à prosperidade e à liberdade".

Nas primárias, Trump foi o único pré-candidato republicano que apoiou a abertura a Cuba, mas na Flórida ele prometeu que "revogaria" o acordo do Presidente Barack Obama "a não ser que o regime" restaurasse "as liberdades na ilha".

Fonte

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati