Trump e Biden se enfrentam em debate na terça à noite

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

29 de setembro de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

O presidente republicano Donald Trump e seu adversário democrata, o ex-vice-presidente Joe Biden, devem debater na noite de terça-feira, cinco semanas antes da eleição de 3 de novembro, no primeiro de três encontros face a face planejados.

O evento na cidade de Cleveland, Ohio, ocorre quando Biden mantém uma vantagem de 7 pontos percentuais sobre Trump por semanas nas pesquisas nacionais, ameaçando fazer de Trump o terceiro presidente dos EUA a perder as reeleição nas últimas quatro décadas.

Há estimativas de que 100 milhões de estadunidenses assistirão os dois candidatos se enfrentarem por 90 minutos no evento amplamente televisionado e transmitido ao vivo, enfrentando perguntas do jornalista da Fox News Chris Wallace, enquanto cerca de 100 pessoas assistem pessoalmente. Até agora, os candidatos não apareceram juntos.

Wallace disse que fará perguntas sobre seis assuntos por 15 minutos cada, incluindo a pandemia de coronavírus que matou 204.000 pessoas nos Estados Unidos, a nomeação da jurista conservadora Amy Coney Barrett para a Suprema Corte, a economia estadunidense e protestos contra o racismo.

Um assunto de última hora com certeza será debatido — uma reportagem do New York Times no domingo que o bilionário Trump pagou apenas US$ 750 em impostos federais em 2016, ano em que concorreu à presidência, e em 2017, seu primeiro ano no cargo. O relatório detalhou como Trump, que sempre se gabou de seu talento para negócios, sonegou centenas de dólares.

Trump chamou o relatório de “notícias totalmente falsas”, mas a campanha de Biden passou a destacar o tema. A campanha veiculou um anúncio mostrando quanto um típico professor de escola primária, um bombeiro, um gerente de construção e uma enfermeira pagam em impostos por ano, enquanto Trump paga $750.

Os debates nas campanhas presidenciais anteriores provaram ocasionalmente ser cruciais para o resultado, mas se esse é o caso está em aberto. Pesquisas de opinião mostram que mais de 90% dos eleitores dizem que já se decidiram e não têm intenção de mudar sua escolha.

A votação antecipada começou em muitos estados. Milhões solicitaram ou receberam cédulas pelo correio para evitar o encontro pessoal com outros eleitores no dia da eleição em meio à pandemia do coronavírus.

Trump afirmou, sem evidências, que o aumento acentuado na votação pelo correio este ano levará a uma eleição “fraudada” contra ele, e não se comprometeu com uma transição pacífica de poder em janeiro se Biden vencer.

Antes de seu encontro, Trump questionou a acuidade mental de Biden e procurou diminuir sua habilidade como um debatedor, alegando, sem evidências, que o democrata deve ter sido drogado quando seu desempenho no debate melhorou.

“Eu estarei exigindo fortemente um teste de drogas para Joe Biden antes ou depois do debate na noite de terça-feira”, disse Trump no Twitter. A campanha de Biden retrucou o comentário.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com