Tailândia: Polícia usa gás lacrimogêneo e balas de borracha para acabar com o protesto

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
O rei e a rainha da Tailândia

20 de março de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

A polícia tailandesa disparou balas de borracha, gás lacrimogêneo e canhões de água contra os manifestantes enquanto outro comício antigovernamental se transformava em violência na noite de sábado.

O comício realizado em frente ao Grande Palácio de Bangkok foi uma continuação dos protestos liderados por estudantes que começaram no ano passado e abalaram o sistema tradicional da Tailândia, que se opõe ferozmente a mudanças, especialmente no que diz respeito à monarquia.

O confronto aconteceu depois que os manifestantes usaram cordas para derrubar parte de uma parede de contêineres erguida para impedi-los de avançar em direção ao palácio, residência oficial do rei de Tailândia.

Depois de alertar a multidão de cerca de 1.000 pessoas para não avançar mais, a polícia inicialmente atrás dos contêineres respondeu primeiro com avisos e depois atirando com canhões de água e balas de borracha.

A monarquia há muito é tratada como uma instituição sagrada na Tailândia, e a crítica pública não é apenas ilegal, mas há muito tempo considerada socialmente inaceitável. Muitas pessoas ainda reverenciam a monarquia, e os militares, uma grande potência na sociedade tailandesa, consideram a defesa da monarquia uma prioridade fundamental.

Notícias Relacionadas

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit