TJ-SP determina multa de mil reais por violação no caso "Pelé Eterno" Vs YouTube

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

15 de março de 2007

O Tribunal Judiciário do Estado de São Paulo (TJ-SP) determinou a retirada dos vídeos com trechos do filme "Pelé Eterno" do site YouTube e do Google, em resposta ao pedido da produtora do filme.

Segundo a produtora "Anima Produções Audiovisuais Ltda" o site de compartilhamento de vídeo possui cerca de 100 trechos do filme, não autorizados, sendo dois totalmente modificados, que foram vistos por mais de um milhão de pessoas.

Como a produtora não autorizou o YouTube a disponibilizar trechos do filme, ela entrou com um processo.

Fontes