Starbucks sai da Rússia e fecha 130 lojas

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.

24 de maio de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

A rede de café americana Starbucks está saindo do mercado russo.

Em um memorando aos funcionários na segunda-feira, a empresa disse que decidiu fechar seus 130 cafés na Rússia e não terá mais presença no país. Ele acrescentou que continuará pagando quase 2.000 funcionários na Rússia por seis meses e os ajudará na transição para novos empregos.

A decisão da Starbucks segue a saída do mercado russo da rede de serviços rápidos McDonald's, que anunciou na semana passada a venda de todos os seus restaurantes de propriedade da empresa para um franqueado russo existente, que não poderá usar o nome ou o menu do McDonald's.

As cafeterias Starbucks na Rússia são de propriedade do Alshaya Group, uma operadora de franquias com sede no Kuwait. Um porta-voz da Alshaya na segunda-feira encaminhou todas as perguntas para a Starbucks, com sede em Seattle.

A Starbucks entrou no mercado russo em 2007. No início de março, após a invasão russa da Ucrânia, a empresa anunciou que manteria suas lojas abertas, mas doaria lucros para esforços humanitários na Ucrânia.

Alguns dias depois, depois que Coca-Cola, PepsiCo, McDonald's e outros suspenderam temporariamente seus negócios na Rússia, a Starbucks mudou de ideia e fechou temporariamente suas cafeterias na Rússia.

“Em meio a essa situação dinâmica, continuaremos a tomar decisões alinhadas com nossa missão e valores e comunicá-los de forma transparente”, disse o CEO da Starbucks, Kevin Johnson, em mensagem aos funcionários na época.

Fontes