Socialistas perdem terreno na Andaluzia, partido de extrema direita elege 12 deputados

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

3 de dezembro de 2018


A região da Andaluzia, no sul da Espanha, que tem sido dominada pelo Partido Socialista (PSOE) nos últimos 36 anos, viu uma mudança histórica em seu mapa político no domingo, nas eleições regionais. A região mais populosa do país deu um passo à direita com apoio nunca antes visto para o partido extremo Vox. É a primeira vez que a direita conquista a maioria parlamentar nesta região.

Enquanto o PSOE venceu tecnicamente a eleição, a perda de 14 cadeiras em comparação com as pesquisas de 2015 significou uma amarga vitória para a chefe regional do partido, Susana Díaz, que é quase certo que não conseguirá voltar ao poder.

Seu avanço é o mais recente em uma onda nacionalista que varreu a Europa. Muitos pensaram que a Espanha estava imune por causa das memórias sob uma ditadura fascista.

Os candidatos do conservador Partido Popular (PP), Juan Manuel Moreno (segundo com 26 assentos), e Ciudadanos, Juan Marín, já estão falando em formar um governo. Nenhum dos dois está excluindo o apoio dos 12 assentos ganhos pelo partido da extrema direita Vox.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati