Sistemas ligados ao Ministério da Saúde completam 10 dias fora do ar após ataque hacker

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.

20 de dezembro de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Completaram-se esta madrugada dez dias desde que um ataque hacker - ou cracker, com preferem especialistas da área - afetou diversos sistemas do Ministério da Saúde (MS), entre eles o e-SUS Notifica, o Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunização (SI-PNI) e o ConecteSUS. Funcionalidades como a emissão do Certificado Nacional de Vacinação Covid-19 e da Carteira Nacional de Vacinação Digital continuam fora do ar.

A última nota sobre o assunto foi emitida pelo MS no dia 12 passado, reportando que "o processo para recuperação dos registros dos brasileiros vacinados contra a Covid-19 foi finalizado, sem perda de informações. Todos os dados foram recuperados com sucesso", mas que os trabalhos para restabelecer os sistemas continuavam.

O Gabinete de Segurança Institucional (GSI) e a Polícia Federal trabalham nas investigações, enquanto o Departamento de Informática do SUS (Datasus) trabalha para colocar os sistemas no ar novamente, informou o MS através das notas.

O Certificado Nacional de Vacinação Covid-19 e a Carteira Nacional de Vacinação Digital são documentos necessários para viagens internacionais e algumas vezes exigidos também dentro do país. No Rio de Janeiro o Certificado é exigido em estabelecimentos de hospedagem e acomodação, por exemplo.

Notícias Relacionadas

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit