Sergio Pérez conquista sua 1.ª vitória na F1 em Grande Prêmio marcado por grande confusão da Mercedes

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Sakhir, Barém • 7 de dezembro de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

O piloto mexicano Sergio Pérez, da Racing Point, venceu o GP de Sakhir deste domingo (6) conquistando assim sua primeira vitória na Fórmula 1 após 190 largadas. Este é o terceiro triunfo de um mexicano na categoria e o primeira desde Pedro Rodríguez em 1970.

Pérez largou em quinto e viu sua corrida quase perdida logo no início ao ser envolvido num acidente na primeira volta por Charles Leclerc, que abandonou junto com Max Verstappen. Após o imprevisto o mexicano conseguiu manter-se na pista, porém caiu para a última colocação.

George Russell ganhou a posição do pole position Valtteri Bottas logo nos primeiros metros. Com ampla vantagem na liderança, todas as circunstâncias indicavam que a Mercedes faria mais uma dobradinha na temporada e que Russell venceria sua primeira corrida de Fórmula 1 na carreira. Apesar da visível superioridade sobre o restante do pelotão, a equipe alemã decidiu fazer um pit stop duplo, o qual culminou em uma troca de pneus confusa e equivocada que fez com que Bottas ficasse nos boxes por inexplicáveis 27 segundos e que Russell tivesse que voltar ao pit pois estava com um pneu que pertencia ao finlandês.

Dessa forma, o que seria uma vitória e um segundo lugar no pódio, terminou com Bottas e Russell lutando nas últimas voltas para ao menos pontuar.

Pérez, que vinha em corrida de recuperação valeu-se do momento para ocupar a liderança da prova, de onde não mais saiu. O francês Esteban Ocon, da Renault, terminou em segundo e o canadense Lance Stroll, também da Racing Point, completou o pódio.

Sergio Pérez
George Russell

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit