Senador pede explicações sobre uso de verbas para evitar prorrogação da CPI dos Correios

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

15 de novembro de 2005

Brasil

Durante seu discurso no Senado, nesta segunda-feira (14), o senador Antero Paes de Barros (PSDB-MT) avisou que solicitará a todos os ministros do Governo brasileiro, explicações para a liberação de verbas aos 66 parlamentares que retiraram as suas assinaturas do documento que pedia a prorrogação dos trabalhos da CPI dos Correios.

O senador disse: "Respeito o parlamentar que se recusa a assinar um requerimento por convicções, mas não dá para admitir que se assine e depois resolva voltar atrás."

Paes de Barros disse que se ficar provado o pagamento de recursos, estará configurado uma nova espécie de mensalão.

O senador disse que irá pedir o afastamento do deputado Átila Lira, de seu partido, porque ele também pediu a retirada da sua assinatura.

O senador Antero Paes de Barros (PSDB-MT) disse que o Presidente Luiz Inácio Lula da Silva liderou a acção para a retirada das assinaturas e acusou o Governo de transformar o Congresso "em um mercado persa".

Ver também

Fontes