Senador Artur Virgilio solicita que ministros de Lula e que Presidente do PT José Genoino expliquem denúncias de Jefferson

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

6 de junho de 2005

Brasil — No ínicio da sessão do Senado Federal brasileiro, o senador Artur Virgílio (PSDB) disse que vai solicitar que os ministros da Casa Civil José Dirceu e da Fazenda Antonio Palocci compareçam ao Senado para explicar as alegações feitas pelo Deputado Roberto Jefferson (PTB) ao jornal Folha de São Paulo. Virgílo pediu também para que compareçam: o ex-presidente do Instituto Brasil de Resseguros (IRB) Lídio Duarte, o ex-chefe do Departamento de Contratação e Administração de Material dos Correios, Maurício Marinho, o sorveteiro Durval da Silva Monteiro, entre várias outras pessoas, citadas nas denúncias recentes de corrupção. Ao Presidente do Partido dos Trabalhadores (PT), José Genoino, também foi solicitado que apareça para fornecer explicações.

O Deputado Roberto Jefferson disse ao jornal que o partido do governo, Partido dos Trabalhadores, pagava mensalmente R$ 30 mil para que deputados do Congresso Nacional aprovassem projetos de interesse do governo do Presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Jefferson disse que comunicou o fato aos ministros José Dirceu, Antonio Palocci e outros políticos do governo, mas que nenhuma providência foi tomada.

O PT diz que aprova as investigações. O partido emitiu uma nota em que diz: "o PT nega as declarações do deputado Roberto Jefferson, pois elas não têm o mínimo fundamento na realidade".

Fontes

Áudio