Secretário de Estado dos EUA: Biden anunciará ajuda maciça à crise alimentar

22 de setembro de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

O secretário de Estado dos EUA, Tony Blincoln, disse que o presidente dos EUA, Joe Biden, anunciará uma nova ajuda em larga escala para a crise alimentar global.

O secretário Blincoln disse isso em uma reunião realizada em Nova York, onde a Assembleia Geral da ONU estava sendo realizada.

Blincoln enfatizou que outra maneira de apoiar o alívio da fome global é estender o acordo Rússia-Ucrânia mediado pela ONU para permitir a exportação de grãos dos portos do Mar Negro.

"Apesar da contínua desinformação vinda de Moscou, grãos e outros produtos alimentícios estão se movendo para os países onde são mais necessários, principalmente no Hemisfério Sul", disse Blincoln.

Mais cedo, o presidente russo, Vladimir Putin, criticou as sanções ocidentais, dizendo que o acordo de exportação de grãos incluía exportações de grãos e fertilizantes russos, mas não estava sendo implementado.

Enquanto isso, as Nações Unidas dizem que mais de 800 milhões de pessoas em todo o mundo sofrem de fome, um aumento de mais de 150 milhões desde o surto de coronavírus.

Fontes[editar | editar código-fonte]