Santa Casa de são Paulo inaugura Instituto de Pesquisas para incentivar projetos

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

3 de dezembro de 2012

3 de dezembro de 2012

Brasil

Da esquerda para a direita: Dr. Antonio Carlos Forte - Superintendente da Santa Casa, Alda Marco Antonio - vice-prefeita de SP, Dr. Kalil Rocha Abdalla - Provedor da Santa Casa e o Dr. Geraldo Alckmin - governador do Estado de SP

Centro irá facilitar aos pesquisadores a busca por apoio na área científica

A Santa Casa de São Paulo e a Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo inauguraram nesta segunda-feira, 26 de novembro, o Instituto de Pesquisas da Santa Casa, localizado na Rua Marques de Itu, 381, no bairro da Santa Cecília, na capital paulista.

O Instituto irá centralizar as pesquisas desenvolvidas dentro do Hospital Central, oferecendo apoio aos projetos de pesquisa, viabilizando patrocínio e demais processos administrativos. Com isso, será possível aprimorar os tratamentos aplicados dentro da instituição, beneficiando os pacientes com avançados exames e inovadores procedimentos médicos.

A abertura desta sede irá auxiliar na viabilização de nossos principais objetivos que englobam: apoio no planejamento e na realização de pesquisas; disponibilizar uma infraestrutura que facilite a logística de implementação dos projetos; atrair novos pesquisadores; e aprimorar o desenvolvimento metodológico com inovações tecnológicas e científicas, explica o Prof. Dr. Carlos Longui, coordenador científico do Instituto de Pesquisa da Santa Casa de São Paulo.

A realização contou com o apoio da FAPESP e do CNPQ, instituições de incentivo aos projetos científicos e de pesquisa, viabilizados por programas do governo estadual e do Ministério de Ciência e Tecnologia.

Da esquerda para a direita: O Governador do Estado de São Paulo Geraldo Alckmin e o Provedor da Santa Casa de São Paulo Dr. Kalil Rocha Abadlla

O Instituto é composto por um prédio de seis andares, sendo três de laboratórios, um de suporte técnico de pesquisa, um anfiteatro e outro para o departamento administrativo.

Suas áreas serão dividas em três núcleos:

Núcleo Metodológico: coordenado pelo Prof. Dr. Hudson Buck, responsável pelo suporte técnico, criação e padronização de métodos;

Instituto de Pesquisa Clínica: coordenado pela Dra. Vera Lúcia Alves, encarregado de concentrar as pesquisas da Santa Casa e de outros órgãos da saúde, proporcionando suporte administrativo para a execução dos projetos.

Instituto do HPV: com a coordenação da Profª. Dra. Luisa Lina Villa, direcionado para a pesquisa em todos os níveis de atuação relacionados à infecção por HPV e doenças associadas.

O provedor da Santa Casa, Dr. Kalil Rocha Abdalla, declara: “o objetivo de toda essa estrutura que construímos é oferecer apoio no planejamento e na realização de projetos de pesquisa, além de disponibilizar estrutura de pesquisa aos professores pesquisadores, facilitando a logística de implementação dos projetos”. Os pesquisadores, médicos e alunos que tiverem interesse em realizar suas pesquisas no Instituto, poderão apresentar seus projetos na Coordenadoria Científica, que distribuirá sua realização entre os diferentes setores. O Instituto também apoiará projetos inovadores com o intuito de auxiliar no processo de patentes.

Fontes[editar]