São Tomé e Príncipe: Nova Dobra em circulação a partir de janeiro de 2018

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência VOA

23 de novembro de 2017

A oposição diz que o processo de emissão das novas notas e moedas está viciado e absteve-se da votação.

O Parlamento são-tomense aprovou, esta quinta-feira, 23, a lei da reforma monetária que irá permitir a entrada em circulação da nova família da Dobra, a moeda nacional, a partir de 1 de janeiro de 2018.

O diploma foi aprovado com votos da maioria parlamentar do partido no poder, ADI. A oposição diz que o processo de emissão das novas notas e moedas está viciado e absteve-se.

O líder do MLSTP-PSD, Aurélio Martins, criticou a ausência de concurso público. O Partido da Convergência Democrática, pela voz de Denilson Couto, lamentou a falta de pedido de autorização legislativa para a emissão das novas notas e moedas.

O ministro das Finanças, Comércio e Economia Azul, Américo Ramos, diz que as alterações introduzidas na nova família da dobra são da exclusiva competência do governo, por isso o executivo legislou através de decreto lei.

O ministro explicou que a lei monetária é que é da competência da Assembleia Nacional.

Em relação ao concurso público para a emissão, o governante defendeu que nem todos os bens adquiridos pelo estado passam por concurso público, sendo o caso das notas e moedas um deles.

Quanto à preocupação levantada pelo líder do MLSTP-PSD sobre a confusão que a circulação das notas novas em simultâneo com as notas antigas pode provocar, o Ministro respondeu que é preciso ter confiança no Banco Central.

A lei de reforma monetária em São Tomé e Príncipe, que irá permitir a entrada em circulação da nova família da dobra a partir de 1 de janeiro de 2018, foi aprovada pelo parlamento, mas não houve consenso entre os deputados.

Fonte

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati