São Tomé e Príncipe: Cerca de 20 pré-candidatos na corrida presidencial

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

6 de abril de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

No dia em que o presidente São-tomense, Evaristo Carvalho, fixou 18 de Julho como data das eleições presidenciais, analistas criticam a proliferação de candidatos ao Palácio Cor-de-Rosa.

Nesta altura, fala-se em cerca de 20 pré-candidatos, e os analistas Celso Junqueira e Óscar Baía falam em banalização do cargo Presidente da República.

O MLSTP-PSD, no poder, é o único partido que apresentou oficialmente o seu candidato, Guilherme Posser da Costa, antigo primeiro-ministro.

Entretanto mais cinco militantes e dirigentes deste partido, nomeadamente, Maria das Neves, Elsa Pinto, Jorge Amado, Victor Monteiro e Aurélio Martins também já se posicionaram como candidatos.

A VOA apurou que outras forças da esfera do governo também irão apresentar brevemente os seus candidatos para a corrida ao Palácio Cor-de-Rosa.

A coligação dos partidos MDFM e UDD deverá indicar Carlos Neves; e o PCD, Delfim Neves, actual presidente da Assembleia Nacional.

Enquanto, isso o recenseamento eleitoral regista atrasos na diáspora. “O processo começou a ser organizado muito tardiamente e o que vai acontecer é que muitas pessoas não irão recensear”, disse Óscar Baía.

No Reino Unido, por exemplo, a campanha de registo de eleitores, inicialmente marcada para 21 de março, ainda não teve o seu início.

Fontes[editar]

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit