Russos voltam a protestar contra a corrupção em mais de 200 cidades na Rússia

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Monumento na Rússia

12 de junho de 2017

Em 12 de junho de 2017, milhares de pessoas voltaram a protestar contra a corrupção na Rússia, sendo feita em mais de 200 cidades. Centenas de pessoas foram presas, inclusive o líder dos protestos, Alexei Navalny, opositor do governo russo. As autoridades haviam permitido que o ato ocorresse em frente à Câmara Municipal, mas na noite de domingo, o opositor do governo, havia mudado o local dos protestos para a rua Tverskaya, o quê as autoridades classificaram como uma "provocação".

Reação

Após a prisão de centenas de manifestantes, a Casa Branca condenou o ato e o porta-voz da Casa Branca, Sean Spicer, pediu ao governo da Rússia para que soltasse os manifestantes imediatamente, detidos em todos os protestos no país.

"O povo russo merece um governo que apoie as ideias de livre mercado, um governo transparente e responsável, tratamento igualitário sob a lei e capacidade de exercer seus direitos sem medo de represálias".

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati