Russo propôs limitar venda de álcool durante o réveillon

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

17 de setembro de 2020

Na quarta-feira, 16 de setembro, o membro da Câmara Pública, Sultan Khamzaev, propôs limitar a venda de álcool durante o feriado de Ano Novo.

Khamzaev enviou o apelo ao chefe do Ministério da Saúde, Mikhail Murashko. Na carta, o deputado federal lembrou que, no réveillon, a mortalidade por intoxicação por álcool quase dobra.

“Peço-lhe, juntamente com as autoridades regionais, que pondere a possibilidade de limitar o tempo de venda de bebidas alcoólicas nas férias de Ano Novo a quatro horas diárias (das 14h00 às 18h00). Tal medida ajudará a reduzir o número total de intoxicações, mortes e crimes por álcool devido ao consumo excessivo de álcool durante este período”, diz o recurso.

Em 2019, a Duma regional aprovou uma lei que proibia a venda de álcool por cinco feriados. A lista inclui Natal (7 de janeiro), Dia Internacional da Criança (1 de junho), Dia da Juventude (27 de junho), Dia do Conhecimento (1 de setembro) e Dia da Sobriedade (11 de setembro).

Fontes

Ligação a um site em russo Anastasia Malysheva. В Общественной палате предложили ограничить продажу алкоголя на новогодних каникулахKlops, 17 de setembro de 2020

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com