Rio Negro atinge cheia recorde

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência Brasil

24 de junho de 2009

O nível do Rio Negro em Manaus atingiu hoje (24) a marca dos 29,69 metros. Com isso, a cota de 2009 se igualou à maior da história, registrada em 1953 – ano da pior cheia na cidade desde que o Serviço Geológico do Brasil começou a acompanhar o nível do rio, em 1902.

De acordo com a Defesa Civil de Manaus, 11 bairros da cidade sofreram com os alagamentos. Entre eles, está o centro da cidade que teve ontem (23) parte de uma das centenárias e mais movimentadas avenidas, a Eduardo Ribeiro, interditada. O trânsito também está fechado no trecho próximo à alfândega e mais de 10 mil metros de ponte de madeira foram construídos pela Defesa Civil para permitir a circulação de pedestres, segundo a Defesa Civil. O tráfego também sofreu alterações em outras áreas.

Em toda a capital amazonense, mais de 4 mil famílias foram atingidas pela cheia do rio. Os bairros mais afetados são Raimundo e Glória – na zona oeste – e Raiz, na zona sul. Segundo a prefeitura, muitos moradores se recusam a deixar as residências inundadas principalmente porque temem perder a chance de participar do Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus (Prosamim).

O programa é feito pelo governo do Amazonas desde 2003 e promove a retirada coordenada das famílias que vivem à beira dos igarapés. Cada uma dessas famílias pode optar em receber uma indenização para compra de outro imóvel ou mudar conjuntos habitacionais construídos exclusivamente para essas pessoas. A Defesa Civil informou, entretanto, que as famílias não devem ter essa preocupação, considerando a situação de emergência.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati