Relatório da Fiocruz aponta que Brasil precisa imunizar 1,7 milhão de adultos todos os dias até o fim do ano

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

18 de junho de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

A Fiocruz informou em relatório que o Brasil precisaria vacinar em dias úteis 3 milhões de pessoas para concluir pelo menos até setembro a promessa de imunizar a população ainda em 2021.

Num cenário "plausível" segundo pesquisadores, o total seria de 1,1 milhão de doses aplicáveis todos os dias. Já se for em dias úteis, mais de 1,6 milhão de doses aplicáveis.

Neste levantamento chamado "cenários para a conclusão da vacinação contra a COVID-19 no Brasil", os técnicos apontam 5 tópicos cruciais:

  • 110 milhões de doses existentes devem ser distribuídas, sendo 80 milhões aplicáveis até segunda
  • Estados devem receber mais 3,5 milhões de doses para completar aqueles que já receberam a primeira dose da vacina.
  • 3 milhões de doses todos os dias (sendo 1,3 milhão para a primeira e 1,7 milhão para a segunda) é o total suficiente para imunizar maiores de 18 anos até 30 de setembro
  • 1.696.389 de doses diárias (sendo 732.776 primeiras doses e 963.613 segundas doses) precisariam ser aplicadas de segunda a sexta para concluir a vacinação de maiores de 18 anos até o fim do ano.
  • No cenário em que a vacinação ocorreria todos os dias, seria necessário 1,19 milhão de doses, (sendo 514.037 primeiras doses e 675.968 segundas doses).

Na avaliação do Instituto, o cenário com vacinação de 1,19 milhão de doses é "extremamente factível":

"Para a vacinação de toda a população adulta até o final do mês de setembro o desafio é maior, pois até o momento o dia com maior volume de doses aplicadas foi o dia 23/04/2021 com cerca de 1,8 milhões de doses aplicadas, sendo necessária expansão de doses diárias em cerca de 20% em relação ao dia com maior volume de doses aplicadas até agora, e sabendo-se que esse dia de maior aplicação de doses pode ter sofrido influência da carga de informação represada", diz a nota.

Nesta quinta, 17 o ministro da Saúde Marcelo Queiroga anunciou que antecipará a imunização de todos os adultos acima de 18 anos até setembro, mesmo com a redução de doses nos últimos meses e a não entrega das doses da Janssen, anunciada ontem à noite pela farmacêutica.

Fontes