Rainha Elizabeth será enterrada no dia 19 de setembro; homenagens públicas reúnem milhares de britânicos

13 de setembro de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

O Palácio de Buckingham anunciou no dia 10 passado que a Rainha Elizabeth II será enterrada no dia 19 de setembro, no mausoléu que fica nos jardins do Castelo de Windsor e onde já estão os corpos de seus antepassados, incluindo os de seus pais. Dezenas de autoridades, incluindo o presidente Joe Biden, devem atender a um culto na Igreja de Westminster antes do enterro, que será acompanhado apenas pelos familiares.

No domingo passado o caixão da monarca apareceu em público pela primeira vez, quando deixou o Castelo de Balmoral, Escócia, onde ela morreu. No trajeto de seis horas rumo a Edimburgo, milhares de pessoas ladearam a estrada, muitas em silêncio, outras carregando flores, outras ainda aplaudindo ou chorando. O corpo chegou ao Palácio de Holyrood no meio da tarde, onde ficou até ontem para as despedidas mais privadas.

Por volta das 14 horas de ontem, o caixão seguiu para a Igreja de St. Giles, com o cortejo sendo liderado pelos quatro filhos da monarca, o Rei Charles, a Princesa Real Anne e os Príncipes Andrew e Edward. Eles também participaram, com a Rainha Consorte Camilla e a Condessa Sophie de Wessex, de um serviço religioso, após o que milhares de pessoas formaram uma fila e passaram a noite se despedindo de Elizabeth.

Hoje à tarde, um avião da RAF levará o caixão para Londres. A Princesa Anne seguirá no voo, junto ao marido. O corpo ficará no Palácio de Buckingham até amanhã, quando seguirá para o hall do Palácio de Westminster. Lá, novamente, milhares de pessoas terão até as primeiras horas da manhã do dia 19 para se despedir.

Espera-se que cerca de 1 milhão de pessoas passe em frente ao caixão de Elizabeth nos próximos dias.

Notícias Relacionadas

Fontes