Rússia corta fornecimento de gás à Dinamarca

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.

2 de junho de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

A Oersted, maior empresa estatal de energia da Dinamarca, anunciou no dia 1º que deixará de fornecer gás natural russo.

O corte no fornecimento da Rússia foi devido à recusa da política do governo russo de pagar o gás natural em 'rublos', a moeda russa, disse Oersted.

“Estamos firmes em nossa posição de rejeitar pagamentos em rublos”, disse Mads Nipper, executivo-chefe da empresa, em comunicado hoje.

“Esta situação ressalta a necessidade de a União Europeia se tornar independente do gás natural russo, promovendo a implantação de energia renovável”, disse ele.

Enquanto isso, a Autoridade de Energia da Dinamarca disse no dia 30 do mês passado que nas primeiras 18 semanas do ano, o gás natural russo representou cerca de 25% do consumo total de gás da UE.

Na Dinamarca, também foi anunciado que cerca de 380.000 residências estavam usando gás natural para aquecimento com caldeiras a gás.

Ele acrescentou que um corte na oferta da Rússia não teria um impacto imediato.

“Ainda temos gás e ainda podemos fornecê-lo aos consumidores”, disse a autoridade de energia dinamarquesa.

Fontes