Procuradoria belga confirma dois mortos e um ferido em operação antiterrorista

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

15 de janeiro de 2015

Bélgica —

Uma operação antiterrorista hoje (15) na Bélgica contra grupos jihadistas, que se preparavam para cometer atentados terroristas, resultou na morte de dois suspeitos e um ferido em Verviers, no Leste do país, informou em conferência de imprensa em Bruxelas o porta-voz do Procuradoria Federal, Eric Van der Sypt. A ação policial ocorreu no centro da cidade e não foram registradas vítimas entre as forças policiais ou civis. Na operação “morreram dois supostos jihadistas e um terceiro ficou ferido”, anunciou der Sypt.

De acordo com o porta-voz, a ampla operação desencadeada em Verviers e que se estendeu a Bruxelas e Vilvoorde, “evitou atentados terroristas de envergadura que iam ser cometidos de imediato”. Antes, informações divulgadas pela imprensa referiram-se a três mortos na sequência da operação destinada a neutralizar um grupo com supostas ligações com Amedy Coulibaly (que fez reféns em um supermercado judaico em Paris e matou quatro reféns na semana passada), enquanto prosseguia uma operação idêntica em Bruxelas.

Os suspeitos teriam a intenção de desencadear ataques na capital belga, na sequência dos ataques da semana passada em Paris dos irmãos Kouachi contra a redação do semanário satírico Charlie Hebdo (12 mortos), e em um supermercado judaico, efetuado por Coulibaly (quatro mortos). Os três jihadistas foram mortos pela polícia francesa.

De acordo com testemunhas, a invasão foi feita por Forças de Intervenção da Polícia Federal perto das 17h45 locais (14:45 em Brasília). Os policiais entraram na habitação enquanto atiradores especiais no exterior vigiavam os telhados dos prédios. Imagens de vídeo mostram um apartamento em chamas com policiais no seu interior e é possível ouvir explosões e disparos

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit