Previdência tem maior arrecadação desde 1995, mas fecha mês com déficit de R$ 2,73 bilhões

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência Brasil

23 de junho de 2009

A Previdência Social registrou em maio recorde de arrecadação, com R$ 14,4 bilhões, o maior valor mensal desde 1995, quando teve início a série histórica. Mesmo assim fechou o mês com déficit de R$ 2,73 bilhões, em função de despesas no total de R$ 17,1 bilhões.

A Previdência urbana teve saldo positivo nas contas de R$ 214,3 milhões, com arrecadação de R$ 13,9 bilhões e despesa de 13,7 bilhões. A Previdência rural arrecadou R$ 474 milhões e gastou R$ 3,428 bilhões, com déficit de R$ 2,945 bilhões.

A expectativa para o próximo mês é de uma arrecadação significativa. “Os indicadores estão todos positivos em relação à arrecadação e à estabilidade das despesas. Com a geração de 131 mil empregos no mês de maio, os número para junho, no nosso acompanhamento vão se repetir no mês de junho”, afirmou o ministro da Previdência, José Pimentel.

De janeiro a maio deste ano, o déficit acumulado foi de R$ 18,09 bilhões . A arrecadação somou R$ 68,529 bilhões, e a despesa ficou em R$ 86,619 bilhões.

Em relação ao mesmo período do ano passado, o déficit aumentou 10,4%. Nos cinco primeiros meses de 2008, a Previdência arrecadou R$ 64,769 bilhões e gastou R$ 81,153 bilhões, com resultado negativo de R$ 16,384 bilhões. Pimentel manteve a previsão oficial de déficit em $ 42 bilhões para este ano. Em 2008, esse valor foi de R$ 38,050 bilhões.

Fonte


Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati