Presidente dos EUA quer ajuda de mil milhão de dólares para combater malária na África

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

11 de julho de 2005

O Presidente dos Estados Unidos da América, George W. Bush disse que solicitará ao Congresso mais de mil milhões de dólares para ajudar a combater a malária na África. Além disso o presidente americano propôs um aumento dos fundos de ajuda à educação e proteção das mulheres africanas.

Bush disse durante um discurso em Washington que a ajuda dos EUA ao continente africano aumentou três vezes depois que assumiu a presidência. O aumento foi motivado pela necessidade do combate à AIDS (SIDA) e para ajudar os países a colocar em prática algumas reformas. Bush disse: ”Exorto os países desenvolvidos e as fundações privadas a unirem-se numa campanha alargada e agressiva para reduzir para a metade a taxa de mortalidade em África . Os EUA estão dispostos a liderar”.

Bush adiantou que pedirá ao Congresso americano 1,2 mil milhões de dólares para o programa de ajuda. Inicialmente ele se extenderá aos seguintes países: Angola, Tanzânia e Uganda. Posteriormente, está previsto que mais países africanos se beneficiem do programa.

Segundo Bush será duplicado o orçamento dos programas americanos com o objetivo de promover a educação na África, sendo que 400 milhões de dólares estão previstos para serem destinados para o treinamento de meio milhão de professores e bolsas de estudo para cerca de 300 mil jovens (a maioria garotas) no período de quatro anos.

Fontes