Presidente do México pede na Guatemala mais apoio dos EUA em questões de migração

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.

6 de maio de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

O presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, destacou o papel dos Estados Unidos para enfrentar os desafios migratórios no início de sua turnê pela América Central que começou quinta-feira na Guatemala.

López Obrador se reuniu na quinta-feira com seu homólogo guatemalteco, Alejandro Giammattei, com quem discutiu questões de interesse bilateral e regional.

O presidente mexicano ofereceu apoio para a implementação de programas que são desenvolvidos no México e destacou a necessidade do apoio dos Estados Unidos.

“Para aplicar programas como os que estamos realizando no México nessas nações irmãs, é essencial que os Estados Unidos forneçam os recursos necessários e, em várias ocasiões, abordei o assunto com o presidente [Joe] Biden, com a vice presidente [Kamala] Harris", disse o presidente.

"Estou convencido de que só com a cooperação internacional poderemos acabar com o doloroso problema da migração. Há 4 anos propomos que seja apoiado com 4.000 milhões de dólares e até hoje não há nada", acrescentou Lopez.

Por sua vez, Giammattei agradeceu o interesse em continuar trabalhando juntos em questões de desenvolvimento econômico e migração.

Por sua vez, Obrador disse que o fenômeno migratório não pode ser enfrentado apenas com "postos de fronteira", mas com "leis mais severas, com muros e polícia, mas com bem-estar, segurança e paz nos pontos de partida dos viajantes, em os locais de origem dos migrantes.

O presidente mexicano também anunciou a criação de um consulado mexicano no departamento de Petén, no norte da Guatemala, para fortalecer os serviços consulares e hoje o presidente López Obrador continuará sua viagem a El Salvador e depois a Honduras.

Fontes