Presidenta Dilma Rousseff lamenta em nota as mortes de Sérgio Britto e Joãosinho Trinta

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência Brasil

Foto Oficial da Dilma Rousseff em 2011.

17 de dezembro de 2011

Brasil — A Presidenta da República, Dilma Rousseff, lamentou em uma única nota, as mortes do ator Sérgio Britto e do carnavalesco Joãosinho Trinta, que morreram em diferenças de horas no mesmo dia 17 de dezembro. Brito tinha 88 anos, morreu na cidade do Rio de Janeiro (RJ). Já Trinta tinha 78 anos, morreu na cidade de São Luís (MA).

Sérgio Britto[editar]

Em nota divulgada hoje, a presidenta Dilma Rousseff, disse que a morte do ator Sérgio Britto é uma perda enorme para a vida cultural brasileira. Ele morreu hoje no Rio, aos 88 anos. O ator estava internado há um mês no Hospital Copa D'Or por causa de problemas cardio-respiratórios.

Na mensagem, a presidenta lembrou que Sérgio Britto destacou-se, ao longo de mais de seis décadas, como um dos mais consagrados atores e diretores do teatro brasileiro. "Encarnou personagens inesquecíveis no teatro e na televisão. Na nossa TV Brasil, apresentou um programa sobre a arte da representação", acrescentou.

"Neste momento de perda para todos nós, brasileiros, quero me solidarizar com os parentes, amigos, companheiros de profissão e admiradores de Sérgio Britto", disse Dilma.

Joãosinho Trinta[editar]

Em nota divulgada hoje, a presidenta Dilma Rousseff, disse que o carnaval do Brasil fica mais triste sem a alegria e o talento de Joãosinho Trinta. "Artista plástico, por mais de 40 anos encantou a todos com a criatividade de suas produções, a inteligência de seus enredos e a ousadia de seus desfiles de escolas de samba no Rio de Janeiro", acrescentou.

Para Dilma, a morte do carnavalesco, hoje em São Luís (MA), é uma grande perda. "Ele fez do carnaval brasileiro uma das mais belas festas do mundo. Nesta hora de tristeza, quero prestar minha solidariedade aos familiares, aos amigos e à legião de admiradores de Joãosinho Trinta", disse a presidenta.

O carnavalesco, de 78 anos, morreu de manhã na capital maranhense, depois de duas semanas internado no Hospital UDI. Segundo a unidade de saúde, pneumonia e infecção urinária estão entre as causas da morte.

Notícias Relacionadas[editar]

Fontes[editar]

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati