Polícia Federal Australiana invade a sede do Partido Trabalhista por vazamentos na Rede Nacional de Banda Larga

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

19 de maio de 2016

A Polícia Federal Australiana (AFP) invadiu a sede do Partido Trabalhista em Melbourne do ex-ministro das Comunicações, agora senador, Stephen Conroy e supostamente a casa de um membro da equipe do partido na quinta-feira à noite por supostos vazamentos de informações sensíveis da Rede Nacional de Banda Larga (NBN). Membro do Partido Trabalhista, Tony Burke confirmou no programa 7.30 da ABC TV na quinta-feira à noite que a invasão estava em andamento.

Uma fonte do governo disse que a NBN Co. submetido pela primeira vez o vazamento de informações à AFP, a quem também confirma à AFP que eles estão ajudando na sua investigação.

Sr. Burke disse que os vazamentos são imensamente prejudicial à Malcolm Turnbull, na medida que detalha a explosão de custos da NBN, sua falta de velocidade e sua demora. Sr. Burke declarou um total de 23 fugas de informações terem ocorrido sob este governo. Ele disse à AFP que não tem conhecimento se essas fugas foram relatados no passado ou se eles foram acionados por este corpo.

O procurador-geral Mark Dreyfus, também comentou sobre esses vazamentos em um comunicado e disse que alguns são bastante graves e envolvem a Segurança Nacional, a Defesa, bem como o Orçamento Federal.

Turnbull não deu nenhum comentário na quinta-feira sobre os ataques à AFP e deixou para sua investigação em curso.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati