Polícia Federal Australiana invade a sede do Partido Trabalhista por vazamentos na Rede Nacional de Banda Larga

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Ir para: navegação, pesquisa

19 de maio de 2016

A Polícia Federal Australiana (AFP) invadiu a sede do Partido Trabalhista em Melbourne do ex-ministro das Comunicações, agora senador, Stephen Conroy e supostamente a casa de um membro da equipe do partido na quinta-feira à noite por supostos vazamentos de informações sensíveis da Rede Nacional de Banda Larga (NBN). Membro do Partido Trabalhista, Tony Burke confirmou no programa 7.30 da ABC TV na quinta-feira à noite que a invasão estava em andamento.

Uma fonte do governo disse que a NBN Co. submetido pela primeira vez o vazamento de informações à AFP, a quem também confirma à AFP que eles estão ajudando na sua investigação.

Sr. Burke disse que os vazamentos são imensamente prejudicial à Malcolm Turnbull, na medida que detalha a explosão de custos da NBN, sua falta de velocidade e sua demora. Sr. Burke declarou um total de 23 fugas de informações terem ocorrido sob este governo. Ele disse à AFP que não tem conhecimento se essas fugas foram relatados no passado ou se eles foram acionados por este corpo.

O procurador-geral Mark Dreyfus, também comentou sobre esses vazamentos em um comunicado e disse que alguns são bastante graves e envolvem a Segurança Nacional, a Defesa, bem como o Orçamento Federal.

Turnbull não deu nenhum comentário na quinta-feira sobre os ataques à AFP e deixou para sua investigação em curso.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati