Pietro Fittipaldi disputará mais uma corrida substituindo Romain Grosjean e define estreia em Sakhir como “loucura”

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.

Sakhir, Barém • 6 de dezembro de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

Pouco antes de fazer sua estreia no GP de Sakhir, Pietro Fittipaldi foi confirmado para o Grande Prêmio de Abu Dhabi, etapa de encerramento do Campeonato Mundial de Fórmula 1 de 2020. Fittipaldi substituirá, pela segunda vez, o piloto francês Romain Grosjean que recupera-se das queimaduras sofridas em um grave acidente ocorrido, no Grande Prêmio do Barém, no último fim de semana.

“Loucura” em Sakhir

O brasileiro de 24 anos vai ter mais uma chance como titular da equipe Haas F1 Team, após ter largando na última posição do grid neste domingo e terminado em 17.º lugar, o último entre os 17 que concluíram a prova.

Fittipaldi fica com impressão positiva:

Foi uma loucura […] Ainda estou me acostumando a andar no tráfego, ficou um pouco difícil. Não deu tempo para treinar muito. É muito difícil nas zonas de freadas, ficando atrás dos outros carros. No meio da corrida eu coloquei um pneu que quase estragou minha corrida, minha estratégia, mas deu para reagir com o safety-car. A gente tava virando uns tempos bons, tínhamos colocado o médio e eu estava com um bom ritmo […] Tentei segurar o Aitken ali no final, mas ficou faltando um pouquinho [de velocidade] nas retas para conseguir me defender. Eu estou feliz com a estratégia. O objetivo era aprender e eu aprendi muito

— Fittipaldi em entrevista à TV Globo logo após a corrida.

Despedida de Romain Grosejan

Sem ter suas contratação renovada com a Haas para 2021, Grosjean tinha como objetivo fazer um esforço extra para estar na pista em Abu Dhabi, disputar a corrida e dar adeus à Fórmula 1. Porém, neste domingo, o piloto francês anunciou, através do canal oficial da categoria, que está fora da disputa do GP de Abu Dhabi:

É com grande tristeza que não estarei apto para fazer minha última corrida em Abu Dhabi e estar com o time lá. Nós tentamos bastante juntamente com o médico para recuperar e cuidar da minha mão, mas o risco de correr é muito grande para a recuperação e minha saúde. Então, foi tomada a decisão de que não vou para a corrida. É uma das decisões mais difíceis da minha vida, mas obviamente é a mais inteligente. Vou sentir falta da equipe, mas estarei torcendo por eles como sempre

— Romain Grosejan em comunicado oficial

A equipe Mercedes, apesar disso, já sinalizou que o francês pode ganhar uma chance de realizar um teste privado na atual campeã da categoria como forma de despedida às pistas.

Notícia Relacionada

Fontes