Perpetrador de atentado contra o Porta dos Fundos explica ação e sugere que se entregará

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

27 de janeiro de 2020

Brasil — Em entrevista publicada ontem em blog independente, o economista Eduardo Fauzi Richard Cerquise, procurado pela polícia por ter atacado o coletivo de humor Porta dos Fundos, explicou suas motivações e seus planos.

Na véspera de Natal de 2019, Fauzi e outros homens não identificados lançaram explosivos contra a produtora do coletivo de humor Porta dos Fundos, em protesto contra filme gravado para a Netflix que retratava Jesus como amante de Lúcifer e Maria como adúltera. Fauzi foi encontrado através de câmeras, mas, quando a polícia chegou a ele no dia 30 de dezembro, já estava na Rússia, onde mora seu filho, desde o dia anterior. Foi, portanto, incluso em lista de procurados pela Interpol.

Ontem, no dia 26 de janeiro de 2020, um blog novo de autor identificado como Apollonius Tunicius Fluvialis publicou entrevista alegadamente com Eduardo Fauzi. Nesta, Fauzi citou como inspirações para o atentado a Conspiração da Pólvora, a Guarda de Ferro, Joana d'Arc e o Aiatolá Khomeini, identificando-se como integralista.

Indagado sobre se esperava ser pego, disse que os membros da Guarda de Ferro, "como forma de demonstração de uma confiança irrestrita na mão de Deus, sempre deixavam algumas pistas não evidentes, para permitir que o Espírito agisse de forma que, se fosse da vontade de Deus, eles fossem descobertos". Disse que sua volta estava planejada para o dia 30 de janeiro, quando se entregaria para as autoridades. Contudo, visto que não houve dano corporal ou material em seu crime, compreende-se vítima de perseguição política. Explicou sua associação a diversos grupos políticos do cenário brasileiro, tecendo críticas positivas e negativas, e enfim negando inclusive qualquer associação ao movimento black bloc.

Fontes

Abaixo, é o exemplo para fonte. Recomenda-se ponha duas ou mais fontes. Após terminar, remova o aviso, a fonte e as flechas.