Outono com chuva e primavera com frio: de Sul a Norte, mudam as estações

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

20 de março de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

As estações mudaram hoje nos dois hemisférios da terra, com a primavera iniciando no Norte e o outono, no Sul. "É o equinócio de março ou equinócio vernal, quando o equador da Terra fica o mais próximo do Sol, fazendo com que os dois hemisférios da Terra recebam os raios solares igualmente. A noite e o dia têm a mesma duração, cerca de 12 horas, (...) e deste dia em diante, o Sol cruza o equador para se tornar mais proeminente para o hemisfério norte. No entanto, para aqueles ao sul do equador, como na Austrália, as condições outonais aparecem com brisas mais frias e o nascer do sol tardio", explica a meteorologista Clarissa Wright, do Your Weather, da rede Meteored.

As duas estações, mais características nas áreas próximas aos Trópicos de Capricórnio e Câncer, onde as temperaturas tendem a ser mais amenas, nem tão frias e nem tão quentes, começam com chuvas outonais no Brasil e frio primaveril em Portugal.

No entanto, ao longo dos dias e das semanas, isto mudará, prevendo-se ainda uma temporada de seca no extremo Sul do Brasil, enquanto uma seca generalizada é esperada no Oeste dos Estados Unidos.

O outono no Sul

No Brasil: o outono começou hoje (às 6h38 no horário brasileiro) com previsão de chuva para o Rio Grande do Sul (RS) e calor para todo o Brasil. o RS, onde a estação se apresenta sempre com suas características bem definidas, a chuva deve se espalhar a partir da tarde, junto com as temperaturas em elevação. A estação, como um todo, segundo a Somar Meteorolgoia, “marca o fim do La Niña e o início da neutralidade do oceano Pacífico”, mas deve ser, durante as primeiras semanas, ainda com chuva abaixo do normal em grande parte do Sul do país, Mato Grosso do Sul, Tocantins, São Paulo, Nordeste e em parte do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Mato Grosso, Pará e Amapá. As temperaturas serão amenas em todo Brasil, com exceção do Sul, onde as primeiras ondas de frio devem chegar em maio, causando até geada nas partes mais altas.

Na Argentina: o outono começa com chuva e possibilidade de temporais - condições que depois avançam para o RS - mas o mais característico no país mais ao sul do Sul é que as temperaturas "frescas, com valores mais de acordo com o início do outono", já se fazem sentir, escreve o meteorologista Christian Garavaglia para o Meteored Ar. As chuvas, no entanto, se aliviarão um pouco a situação da agricultura, ainda não serão suficiente para acúmulo de água, situação deixada pela estiagem causada pelo La Niña.

A primavera no Norte

Em Portugal: o tempo invernal não deixará a Europa Central tão cedo, ou pelo menos não esta semana, mas Portugal terá temperaturas bem mais amenas que alguns países mais ao norte, como a Alemanha. No entanto, segundo o Tempo Pt, da rede Meteored, Trás-os-Montes e Beira Alta terão valores abaixo dos 0 ºC no final de semana, com risco para geadas. Além disto, em todo país a sensação de frio nos períodos matinais ou noturnos ainda deve prevalecer nos primeiros dias da nova estação.

Na Alemanha: mais ao Norte que Portugal e, portanto, mais perto do Ártico, a Alemanha terá seu primeiro final de semana desta primavera com tempo frio, incluindo um pouco de neve acumulada no Oeste, onde flocos caíram ontem. No entanto, ao longo dos próximos dias as temperaturas vão subir, com algumas regiões podendo ter calor de 20º até o próximo final de semana. "Parece que estamos deixando o frio", escreveu a geógrafa Anneliese Lunkenheimer para o Das Wetter.

Nos Estados Unidos: segundo o NOAA, a primavera deve ser seca, principalmente na metade Oeste do país, sendo que principalmente o Sudoeste pode ter a estiagem mais intensa desde 2013, com as chuvas sendo mais frequentes no Meio-Oeste, Grandes Lagos, Meio-Atlântico, Nordeste e no Havaí. As temperaturas, de forma geral, serão mais altas que as registradas em outros anos, alerta o órgão.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit