Onda de ataques contra sites governamentais atingem Coréia do Sul e Estados Unidos

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

9 de julho de 2009

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Segundo a imprensa internacional, ontem, uma onda de ataques cibernéticos contra sites governamentais da Coreia do Sul e Estados Unidos, se iniciaram no dia 4 de julho, dia da Independência dos Estados Unidos.

Porém, segundo agência noticiosa sul-coreana Yonhap, quem está orquestando os ataques é a Coreia do Norte ou seguidores do país comunista, que impossibilitou o acesso aos usuários durante horas.

Já nos Estados Unidos, os ataques foram contra os sites da Presidência, do Congresso, Ministério da Defesa, entre outros, num total de 25 páginas atingidas. Instituições nacionais, bancos e sites de notícias foram também atingidos.

As autoridades de ambos países começaram a investigar imediatamente a origem do ataque virtual. Caso seja confirmado que os ataques partiram do território norte-coreano, será o primeiro ataque pela internet desse país contra outros. Há também suspeita sobre o Partido Comunista local, já que quem acessa a internet norte-coreana são as autoridades do país.

No mesmo dia da notícia dos ataques iniciados há 5 dias, o ditador norte-coreano Kim Jong Il apareceu junto com integrantes do Congresso do país, no aniversário da morte de Kim Il Sung, depois de governar o país por 46 anos entre 1948 até 1994. Jong Il apareceu abatido e pouco envelhecido e é considerado a segunda aparição pública depois que sofreu AVC (Acidente Vascular Celebral), em agosto do ano passado.

Fonte

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com