Oceania: ciclone Ruby atinge Nova Caledônia com ventos de 110km/h

14 de dezembro de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

O Ruby ontem

O ciclone tropical Ruby atingiu a Nova Caledônia, território que pertence à França, ontem à tarde com ventos sustentados de 110km/h e rajadas de 170, classificado como um ciclone de categoria 2, "a apenas 8km/h de alcançar a potência de categoria 3", reportou o Weather Watch da Nova Zelândia.

O Ruby tocou solo no lado oeste do território insular francês e seguiu pelo meio da ilha em direção à capital Nouméa, deixando todo país sob alerta nível 2.

Além dos ventos, as chuvas também são intensas, com acumulados que chegaram a 400mm.

Regiões do sul de Vanuatu, leste das Ilhas Fiji e do norte da Nova Zelândia também serão afetadas (veja mapa aqui), com agitação marítima, ventania e chuvas fortes, que podem causar inundações e deslizamentos de terra. No entanto, não é esperado que o fenômeno toque terra em qualquer destes locais.

O Ruby foi nomeado no domingo à tarde pelo Australia Bureau of Meteorology Tropical Cyclone Warning Center, informa o Fiji Meteorological Service, que monitora o ciclone.

O Fiji Met também informou hoje no Comunicado de Imprensa 3 que o ciclone deve se intensificar para a categoria três nas próximas horas.

Danos

O Ruby fez com que quase todas as atividades na Nova Caledônia fossem suspensas, incluindo o funcionamento de empresas e a permissão de deslocamentos e viagens. "Os voos da companhia Air Câlin foram todos adiados, inclusive a conexão com a metrópole", reporta o Ouest-France.

Em sua passagem, ele derrubou árvores, provocou danos nas redes de energia elétrica e causou chuvas que levaram a inundações e ao fechamento de estradas.

Pessoas foram evacuadas e, segundo o Ouest-France, aconselhadas a "estocar água engarrafada e alimentos".

Fontes