Nove morrem e mais de 70 ficam feridos depois de Ponte se romper no Peru

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

15 de abril de 2009

Mapa do estado de Parinacochas.
Imagem: AgainErick.

Uma ponte suspensa de madeira no Peru, com cerca de 39.6 metros, se rompeu (quebrou) em dois pedaços matando nove pessoas e deixando outros 70 gravemente feridos, sendo a maioria crianças. Dos que morreram, dois eram professores e outros sete eram estudantes de 10 a 13 anos de idade.

Segundo a agência Associated Press, cerca de 80 pessoas estavam na ponte na hora que ela se rompeu perto de Coracora, a capital da província de Parinacochas.

Como quatro escolas locais próximas tinham acabado as aulas pouco antes, os professores e estudantes estavam indo para casa, atravessando a ponte. Investigadores dizem que a ponte se rompeu quando diversas pessoas atravessaram-na de uma só vez.

"Nós sofremos um grave acidente, uma ponte suspensa que leva a escola falhou, ela quebrou em duas partes e nós tivemos um grande número de estudantes feridos e mortos", disse Walter Antayhua, prefeito de Coracora. A ponte passou por reparos na última semana.

Helicópteros foram enviados para levarem feridos ao Hospital, assim como forças de resgate chegaram até o local para ajudarem nas buscas. Dos feridos, 70 estão em estado grave. A secretária de saúde de Ayacucho, Maria Torrealba, disse que 33 pessoas tem ferimentos na cabeça.

Muitos responsáveis pelos resgates continuam seus esforços para salvar mais 30 estudantes, disse o Governador de Ayacucho, Ernesto Molina.

Fontes