Nível do mar tem subido e descido nos últimos 2500 anos, diz estudo israelita

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Amazônia
Outras notícias sobre o meio-ambiente


26 de janeiro de 2010

De acordo com um estudo da Universidade de Haifa, o nível médio do mar tem tido oscilações nos últimos 2500 anos, com subidas e descidas inconstantes.

"A Ascensão e queda do nível do mar durante períodos relativamente curtos, não indicam as tendências de longo prazo. A avaliação das centenas e milhares de anos mostra que o que hoje parece ser um fenómeno irregular, de facto não é nada de novo", referiu Dr. Dorit Sivan, coordenador do estudo.

As variações do nível do mar em Israel atingiram uma diferença de um metro entre os mais altos e mais baixos níveis, na maioria das vezes encontrando-se abaixo do nível actual. Segundo o coordenador do estudo, ainda é cedo para assumir claramente que as recentes alterações não são mais do que reflexos de um ciclo normal.

Ainda de acordo com o Dr. Sivan, as alterações podem ser atribuídas a três causas principais: a causa mundial, devido ao aumento de volume de água no oceano, que reflecte a massa de gelo e está relacionado ao aquecimento global; a causa regional, devido ao movimento vertical da superfície da terra, que geralmente é relacionada com a pressão colocada sobre a superfície do gelo e a causa local que consiste na actividade tectónica vertical. Vendo como Israel não está perto de calotas de gelo antigo e da actividade tectónica ao longo da costa do Mediterrâneo é desprezível nesses períodos, o especialista conclui que as mudanças drásticas nos níveis de do mar em Israel estão relacionadas principalmente a alterações no volume de água.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati