Morre aos 61 anos, o ex-boxeador italiano Angelo Rottoli, de coronavírus

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ponte San Pietro.

29 de março de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Em Bergamo, Itália, um boxeador italiano, campeão mundial dos pesos-médios de 1987, Angelo Rottoli, morreu de COVID-19.

Como a maioria dos boxeadores, Angelo Rottoli começou como amador em 1977, mas quatro anos depois, em dezembro de 1981, Angelo se tornou um profissional. Em 1983, ele ganhou o título de pesos pesados ​​da Itália.

Depois de passar para o meio-pesado, Angelo Rottoli em 1987 tornou-se o campeão intercontinental do WBC e campeão na mesma categoria em 1988. Um ano depois, Angelo Rottoli ganhou o título europeu. Ele perdeu esse título depois de perder para o francês Anaclet Wamba em 11 de novembro de 1989. Em abril de 1990, Rottoli encerrou sua carreira após 35 lutas.

Angelo Rottoli, vítima de coronavírus, morreu em 28 de março de 2020 na Policlínica Ponte San Pietro aos 61 anos. Duas semanas antes, Angelo perdeu sua mãe e irmão, que também morreram com o coronavírus SARS-CoV-2.

Fontes

Reportagem original
Esta notícia contém reportagem original de um Wikicolaborador.
Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit