Morre Joseph Safra, homem mais rico do Brasil

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

10 de dezembro de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Morreu hoje em São Paulo, aos 82 anos, o banqueiro Joseph Safra, o homem mais rico do Brasil. Ele morreu de causas naturais, apesar de sofrer há alguns anos do Mal de Parkinson.

Sua fortuna era avaliada em cerca de 119 bilhões de reais.

Biografia

Joseph Safra nasceu no Líbano e nos anos 50 migrou com a família - pais e irmãos - para o Brasil, fugindo da perseguição aos judeus no Oriente Médio. Foi no Brasil que seu pai, Jacob, fundou o Banco Safra em 1957. Em 2006, anos após a morte do irmão mais velho, Joseph comprou a parte do irmão mais novo, Moise, numa transação estimada em cinco bilhões de dólares e se tornou o único dono do banco.

Ao longo dos anos, Joseph diversificou seus negócios em diversos campos, com destaque para o mercado de Private Equity em empresas como a Aracruz Celulose SA, da qual foi sócio entre 1988 e 2009 (quando vendeu os ativos ao Grupo Votorantim). Também esteve à frente das empresas de telefonia móvel BCP e Cellcom (israelense). Em 2012 deixou a gestão do Banco Safra para seus filhos e passou a dedicar-se ao recém adquirido banco suíço Sarasin. Para tanto, fundou a holding Bank J. Safra Sarasin Ltd.

Considerado como um homem que gostava de viver uma vida simples e reservada, era ligado à filantropia, com contribuições e esforços voltados para as áreas de assistência social, educação e saúde, não apenas no Brasil, mas também no exterior.

Referência

Notícia Relacionada

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit