Moradores de favelas de Mumbai têm maior imunidade de rebanho ao COVID-19

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

30 de julho de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

57% dos residentes dos três distritos mais pobres de Mumbai apresentaram anticorpos para o coronavírus. A pesquisa foi realizada em julho e quase 7 mil pessoas foram testadas.

Este é um dos níveis mais altos de imunidade de rebanho conhecidos no mundo. Em abril, em Nova Iorque, 21,2% dos testados eram imunes ao vírus, e em Estocolmo, em maio, 14% dos que passaram nos testes tinham anticorpos.

Nas favelas, onde é quase impossível manter distância social, foram criadas excelentes condições para a disseminação da COVID-19. Por exemplo, no maior dos distritos mais pobres, Dharavi, onde vive o mesmo número de pessoas que São Francisco, 80 pessoas costumam usar um banheiro e uma família de oito pessoas se reúne regularmente em uma sala com menos de 10 metros quadrados.

Apesar disso, algumas semanas após os primeiros surtos de coronavírus nas favelas, houve um declínio acentuado, embora o número de casos estivesse aumentando em toda a Índia.

Geralmente, os epidemiologistas acreditam que 60% da população deve ter anticorpos para obter imunidade de rebanho.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com