Missão da ONU em Bissau por mais um ano

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Agência VOA

24 de fevereiro de 2017

A missão das Nações Unidas na Guiné-Bissau (Uniogbis) teve o seu mandato renovado por mais um ano, oficializou nesta sexta-feira, 24, o Conselho de Segurança da organização. O órgão da ONU já tinha tomado a decisão a 14 de fevereiro, em Nova Iorque.

O Conselho de Segurança aponta como prioridades da Uniogbis impulsionar o diálogo político, a reconciliação nacional, a revisão da Constituição, a reforma do sector da segurança nacional e do Estado de direito e o desenvolvimento de sistemas de justiça civis e militares compatíveis com as normas internacionais.

Na ocasião, os 15 membros do órgão manifestaram a sua preocupação com a crise política na Guiné-Bissau e desafiaram as partes interessadas "a respeitarem e cumprirem rigorosamente o Acordo de Conacri e o roteiro da CEDEAO". A força militar da organização regional, Ecomib, também deve manter-se na Guiné-Bissau. A missão da Uniogbis terminá em 28 de fevereiro de 2018.

O Uniogbis também se concentrará em apoiar o Governo da Guiné-Bissau na "mobilização, harmonização e coordenação da assistência internacional", com os parceiros tais que a União Africana (UA), a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLC), a Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) e a União Europeia (UE).

Fonte

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati