Mensalão no Brasil: gerente da SMPB revela lista de quem recebeu o dinheiro

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Ir para: navegação, pesquisa

2 de agosto de 2005

Brasil

Simone Vasconcelos, gerente administrativa da empresa SMPB, de Marcos Valério, prestou depoimento ontem (1) para a Polícia Federal Brasileira. Ela revelou uma lista de pessoas que sacaram e as respectivas quantias sacadas das contas das empresas de Valério. Marcos Valério é suspeito de ser o operador do alegado esquema de corrupção de compra de votos de deputados brasileiros, conhecido como mensalão.

A lista

A lista de quem recebeu o dinheiro, ao lado das quantias recebidas, segundo Simone Vasconcelos, conforme divulgado pelo jornal Folha de São Paulo.

Deputado João Paulo Cunha, (PT-SP) R$ 200 mil

Deputado Paulo Rocha (PT-PA) R$ 920 mil

Deputado João Magno (PT-MG) R$ 350 mil

Deputado Vadão Gomes (PP-SP) R$ 3,7 milhões

Deputado Josias Gomes (PT-BA) R$ 100 mil

Deputado Romeu Queiroz (PTB-MG) R$ 350 mil

Deputado Professor Luizinho (PT-SP) R$ 20 mil

Deputado José Borba (PMDB-PR) R$ 2,1 milhões

Deputado José Janene (PP-PR) R$ 4,1 milhões

Deputado Carlos Rodrigues (PL-RJ) R$ 400 mil

Valdemar Costa Neto (PL-SP) R$ 10,8 milhões

Diretório nacional do PT R$ 4,9 milhões

Diretório do PT no Distrito Federal R$ 605 mil

Diretório do PT no Rio Grande do Sul R$ 1,2 milhão

Diretório do PT no Rio de janeiro R$ 2,67 milhões

Diretório do PT em Santa Catarina R$ 550 mil

Zilmar Fernandes da Silveira (sócia do publicitário do PT Duda Mendonça) R$ 500 mil

Outros ligados a Duda Mendonça R$ 15 milhões

Deputado estadual José Nobre Guimarães (CE) (irmão do ex-Presidente do PT José Genoino) R$ 250 mil

Emerson Palmieri (tesoureiro não oficial do PTB) R$ 2,4 milhões

José Carlos Martinez (ex-Presidente do PTB morto em acidente aéreo) R$ 1 milhão

Outro deputado do PTB R$ 418 mil

Márcio Lacerda (Secretário-executivo do Ministro da Integração Nacional, Ciro Gomes) R$ 1 milhão

Fontes